Abaixo assinado pede por reflorestamento de área incendiada na Mata do Catingueiro

Por Caio Machado
Foto: Aislan Henrique
Uma petição pública foi lançada pelo Coletivo Peleja e pelo projeto Bruma Agroecologia na noite desta segunda-feira (20), clamando por medidas em relação ao Parque de Preservação Mata do Catingueiro, que foi atingido por chamas que devastaram cerca de 80% da mata.

O incêndio, possivelmente criminoso, que atingiu os quatro cantos da mata, ocorreu no fim de tarde deste último domingo (19), estendeu-se durante a noite e destruiu 20 dos 30 hectares do Parque Municipal. As chamas inicialmente foram contidas por moradores da região, que utilizaram baldes até a chegada dos bombeiros.

A Mata do Catingueiro era o habitat natural de animais como macacos prego, araras azuis, tucanos, dentre outros. Parte da fauna que não foi carbonizada com o incêndio de domingo, conseguiu se deslocar para a parte não deflagrada pelas chamas ou migraram para outras áreas.

Desde 12 de março de 2014, o local foi transformado em reserva ambiental pela lei municipal Nº 3795/2013. Porém com o passar dos anos, após a aprovação da mesma, inúmeros incêndios ocorreram no local, sendo este último, o de maiores proporções e danos registrados.

Vale ressaltar que no projeto de lei, de autoria do vereador Bosquinho e co-autoria dos parlamentares Vicente de Paula Souza e Valdir Reis de Jesus, fica registrado que o projeto de lei 3.088/92, já havia estipulado que o local deveria ser preservado permanentemente 28 anos atrás.

Segundo a justificativa do PL, na ocasião a Mata do Catingueiro, ainda em plenitude, contava com cerca de 300 hectares, que em menos de duas décadas, “infelizmente, em função de uma histórica e forte especulação Imobiliária” já havia sido reduzido para cerca de 30.

A petição online surge como uma possibilidade de protocolar uma denúncia ao Ministério Público e garantir que projetos de políticas públicas para a preservação da Mata do Cantingueiro ocorram efetivamente. Cinco solicitações foram feitas no abaixo assassinado online lançado na plataforma Chance.org:

- Reflorestamento e implantação de gestão de manejo da área reflorestada;
- Gradio em torno de toda a mata, de maneira que não seja possível entrada de animais, como cavalos particulares de moradores do entorno;
- Manutenção da área em forma de aceiros, 3 vezes ao ano;
- Implantação de Hidrantes em torno da Mata, para implantação desses hidrantes fazer um levantamento junto ao corpo de bombeiro para averiguação da quantidade e pontos determinantes para usos efetivos;
- Curso de brigada de incêndio para moradores do entorno, que desejarem participar, para preparar os participantes para atuar como aliados na prevenção e combate aos incêndios anuais.

Até o fechamento desta reportagem, 1.526 assinaturas já haviam sido colhidas na petição digital. Qualquer pessoa pode participar. Para colaborar com a iniciativa, basta clicar no link a seguir e realizar o rápido cadastro com nome, sobrenome e e-mail válido: http://chng.it/b5X6QFJS6f.

Postar um comentário

0 Comentários