Skatista patense de 14 anos, mora nos Estados Unidos e já é considerado prodígio

Por Caio Machado

Foto: Monica Torres

"Você só tem 14 anos mas está consciente que já é tão bom quanto os profissionais, certo?". "Sim", responde Filipe Mota em inglês, dando de ombros no vídeo mais recente do canal do YouTube do The Berrics, do famoso skatepark fundado por Steve Berra e Eric Koston.

O parque fica situado em Los Angeles, no Estados Unidos, na mesma cidade em que o promissor skatista juvenil reside desde 2019, quando se mudou para investir na carreira do skateboard, em que já colhe frutos inimagináveis apesar da pouca idade.

Quem acompanha o skatista Filipe Mota no Instagram não faz ideia de que o talentoso adolescente é natural de Patos de Minas e começou a carreira de forma tímida participando de campeonatos amadores no interior de Minas Gerais.


Na rede social ele é seguido por mais de 178 mil pessoas, dentre elas skatistas profissionais como Nyjah Huston, Paul Rodriguez e Yuto Horigome, nada menos do que uns dos maiores nomes da modalidade de rua do esporte radical no mundo.

Para sobreviver no skate, é necessário ser patrocinado, pois o esporte demanda da troca constante de pares de tênis e das peças que se desgastam rapidamente com o uso nas ruas e obstáculos, como os shapes de madeira e as rodas de poliuretano.

Mota já é patrocinado por nomes gigantes como a Nike SB e a fabricante de energéticos Monster. Para as peças de skate, ele é endorser da Primitive, Diamond, Thunder, Mob Grip, Spitfire e Bones Bearings, sendo as duas últimas marcas, praticamente lendárias.

Kickflip BS Tailslide / Foto: Paulo Macedo

A insistência e apoio de Edson Mota, pai de Filipe, que acompanha a rotina de treino do filho desde que ele tinha apenas seis anos de idade e costumava andar com o irmão mais velho, foi essencial para o desenvolvimento do jovem.

Filipe conta no vídeo do The Berrics que pelo fato de ter saído de uma cidade pequena como Patos de Minas, se habituou a andar de skate sozinho o dia inteiro. "Meu pai me ajudou em minha carreira toda. Apenas eu e ele, na missão", disse Mota.

Após quase dois anos nos EUA, o adolescente reconhece a importância de estar em um país em que a chance de se tornar profissional no skate é bem maior do que no Brasil e agradece ainda pelo fato de ter conhecido os ídolos P-Rod e Shane O'Neill.


Em 2019, ainda com 12 anos, Mota ocupava a 3384ª no ranking global de skateboard no site The Boardr. Após um salto de quase três mil posições, em menos de dois anos, o skatista se encontra na 592ª e não para de pontuar em campeonatos e subir ainda mais.

Na Califórnia, Filipe venceu o primeiro Nitro Junior Games da Hot Wheels em 2019 e em 12 de novembro de 2020, conquistou o primeiro lugar na competição Tampa AM Global Amdemics, uma das mais relevantes competições de street.

No ano passado ele também participou de uma competição de manobras do X Games, em que acertou um Big Flip (giro de 360 graus do skate nos eixos verticais e horizontais e o giro do próprio corpo em 180 graus) entrando num corrimão e saindo de shove-it (180 graus do skate).


Apesar de executar uma manobra extremamente técnica, a competição foi vencida por Nyjah Huston, o skatista mais popular do mundo, que também começou a trajetória como prodígio e já convidou o próprio Filipe Mota para andar em seu skatepark privado.

Mesmo acompanhado dos skatistas mais famosos do mundo e sendo patrocinado pelas maiores marcas do segmento, o patense quer mais e busca representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2024 e já foi até escalado pela Confederação Brasileira de Skate.

"Eu só quero me divertir, sabe? Andar de skate com meus amigos e ajudar minha família", afirma Filipe Mota na última frase da entrevista no vídeo do The Berrics, cujo título traduzido indaga "Quem é o brasileiro de 14 anos prodígio do skate?".

🦆

Este conteúdo foi possibilitado por diversos financiadores, dentre eles, a Liliane Borges. Faça como ela e apoie o jornalismo independente colaborando com doações mensais de a partir de R$5 no nosso financiamento coletivo do Catarse: http://catarse.me/jornaldepatos

Postar um comentário

2 Comentários

Obrigado por comentar!