Morada

Texto e imagem por Isadora Tavares


Eu poderia perfazer
O caminho completo
Metro por metro
Mas preferi abrir os olhos

Um sol
Divinamente resplandecia
Retornando à sua morada
Me fazendo companhia

Num raio momento
Refleti
Por que tanta pressa?
Sempre odiei a volta

(Mas é tanta beleza que quase me afoga num mar de sol e nostalgia)

Chegava em casa
O sol também
Percorri o caminho
Aproveitei a viagem


Isadora Tavares é redatora, jornalista e poeta nas horas vagas. Também é aluna do Curso Livre de Formação de Escritores pela Editora Metamorfose.

🦆

Apoie o jornalismo independente colaborando com doações mensais de a partir de R$5 no nosso financiamento coletivo do Catarse: http://catarse.me/jornaldepatos. Considere também doar qualquer quantia pelo PIX com a chave jornaldepatoscontato@gmail.com.

Postar um comentário

1 Comentários

Obrigado por comentar!